Ads Top

Porta dos Fundos anuncia série e filme ainda para esse ano



Hit na internet, parte do elenco do Porta dos Fundos participou de um talk show nesta quarta-feira (19), durante o Risadaria, maior festival de humor do hemisfério sul que acontece na cidade de São Paulo até domingo (23).

O criador, roteirista e ator Antonio Pedro Tabet – que também administra o Kibe Loco –, o editor Rodrigo Magal e o ator Luis Lobianco falaram do sucesso do canal no YouTube, dos projetos e a forma como são produzidos e selecionados os roteiros das esquetes postadas.

Abrindo o bate papo, o mediador Rodrigo Fernandes, do Jacaré Banguela, perguntou se o elenco não teme “cair” no esquecimento e na mesmice, como ocorre com quase tudo na internet. Lobianco garantiu que não há essa preocupação, pois ainda tem muitas coisas para acontecer no Porta dos Fundos.

Entre as novidades anunciadas por eles está uma série – sequência de episódios sobre determinado tema – e o filme longa metragem, que deve chegar aos cinemas ainda no fim do ano. A direção será de Ian SBF, um dos criadores do Porta.

“Sobre a série, ainda estamos pensando na temática. Já em relação ao filme, temos um roteiro bem alinhado e as gravações devem começar nos próximos meses”, conta Tabet.

E o elenco do canal humorístico não se preocupa com comparações, entre elas a do insucesso de Marcelo Adnet, que trocou a sua atração de esquetes na MTV para a série “Dentista Mascarado”, na TV Globo.

“Com o Porta será bem diferente, pois tanto o filme quanto a série serão produzidos por nós mesmos, ou seja, teremos liberdade para elaborar o roteiro como já acontece nas esquetes que vão para a internet. Ao contrário, o Adnet deve ter que cumprir regras na emissora”, defende Lobianco.

Protestos
Em relação às recentes manifestações em todo o Brasil, o elenco diz apoiar a “revolução popular”, mas garante que o Porta dos Fundos não vai gravar nenhum vídeo sobre o assunto. “Já pensamos em alguma cena relacionada, mas seria muito pretensioso da nossa parte. O assunto é sério. Acho que soaria como oportunismo. Deixa para os nossos concorrentes”, ironizou Tabet.

(Colaboração: Juliana Lesta e Bruna Macedo)
Tecnologia do Blogger.