Manias


Eram exatamente sete e oito quando o despertador soou. Você tinha essa estranha mania de horas com números sucessores. Olhei pela brecha da cortina e um raio de sol já adentrava nosso quarto. Levantei e fui à cozinha beber um copo d'água. Passando pelo corredor, em frente ao banheiro, me vi no espelho e percebi que ainda usava aquela sua blusa dos Beatles. Essa era a minha mania. Voltei para o quarto. Tudo ainda estava como havíamos deixado na noite anterior. Meu livro favorito marcado na página trinta e um (sendo lido pela oitava vez), seu violão fora da capa com o rascunho de uma composição inacabada, e farelos do nosso jantar de cada dia: pizza! Olhei para você que ainda dormia. Também pudera, ainda eram sete e vinte um de um domingo de manhã. Uma manhã normal de um domingo normal. Nada estava diferente, e não era para está. Aquele era só o início de mais um dia em que eu acordava ao seu lado e me apaixonava por você outra vez. Esta era mais uma de minhas manias: amar meu grande amor todos os dias! 

0 comentários

Muito obrigado pelo seu comentário! Não deixe de curtir as nossas redes sociais para não perder nenhum conteúdo!!