Ads Top

E se foi o criador do móvel moderno no Brasil!

Hoje recebemos a triste noticia de que um dos ícones de design brasileiro nos deixou. Sergio Rodrigues, designer das famosas cadeiras 'moles' que estão presentes nos ambientes mais modernos, tinha 86 anos.

sergio-r


Designer e Arquiteto, famoso também pela sua principal característica de usar boina e bigode comprido, expôs uma de suas primeiras cadeiras de 1957 no Museu de Arte Moderna de Nova York e também já venceu o concurso Internacional do Móvel de Cantù, na Itália em 1961, e foi onde a sua fama e tudo começou a ir para frente.


InternaPoltronaOscarNiermeyer003


Algumas peças de Sergio são resgatadas do espírito de uma mobília tradicional e também de aspectos indígenas do Brasil.

Suas criações foram baseadas em diferentes formas e trazidas a partir de referencias brasileiras,  o que fez ser considerado o pai, o inspirador de grandes criações dos profissionais do design de interior.

Ele costumava criar produtos com um toque de design moderno Baús, Bancos, Estrados, Cômodas, Cadeiras, Cama, Espreguiçadeiras, Estantes, Luminárias, Mesa, Poltrona Leve, Poltronas, Sofás, fundamentado na  Arquitetura e Design de Interior.


Confira abaixo algumas de suas criações:
.
sergio-rodrigues-espasso-1

tumblr_mwxpft7CKW1rhpd0ao1_1280

45967 (1)
.  
– 1997: “A poltrona “Mole” de Sergio Rodrigues foi o primeiro objeto de arte irredutível Brasileiro. Pois o móvel barroco ou D. João V era colonizador. E os sofás de jacarandá da civilização do açúcar, criações de marceneiros franceses ou alemães, como Bèranger e Spiller. A cadeira que Sérgio criou, além disso, é uma síntese admirável do espírito brasileiro. A harmoniosa estrutura dos torneados de jacarandá; as almofadas que lembram a imaginação criativa da civilização do couro, tão bem descrita por Capistrano de Abreu; o dengo e a moleza libertina da senzala; a preguiça e o aconchego macio da casa-grande - tudo isso está impresso nesse objeto de arte eterno que guarda a memória de momentos não apenas recentes, mas também antigos, da aventura brasileira”. -  Odilon Ribeiro Coutinho

Suas peças vão ficar para continuar fazendo história! 

Postado também em NEWS.WONDERLLAND.COM 
Tecnologia do Blogger.