Ads Top

Supernatural (10×01) – Black (Review)


Que o fandom inteiro de Supernatural estava mais do que ansioso pelo dia da estréia da décima temporada não é novidade pra ninguém, não é mesmo? E na última terça-feira (07/10), esse dia finalmente chegou e é sobre isso que eu vim falar. 
Como já vimos na season finale da nona temporada, Dean tornou-se um demônio por causa da Marca de Caim, e agora está ao lado de Crowley. Enquanto ele segue uma vida um tanto quanto boêmia, regata com relações de sexo casual, bebidas e cantorias mal-sucedidas no karaokê, Sam está fazendo todos os esforços possíveis para descobrir o paradeiro de seu irmão, procurando todo o tipo de informação que possa lhe ser útil. E pra quem se perguntou por que diabos Sam estava usando uma tipoia, aqui vai a explicação: em uma das Comic Con, Jared machucou o ombro brincando com Osric Chau (o nosso eterno e amado profeta Kevin) e na série, o fato foi justificado num telefonema com Castiel. 
E falando no nosso querido anjo do Senhor, ele está com sérios problemas agora que sua Graça roubada está se esvaindo e consequentemente, poderá trazer sua morte... Vamos torcer pra que Cas consiga dar um jeito nisso nos próximos episódios, porque não dá pra ficar sem o nosso anjo, né?! Conforme o episódio vai desenrolando, ainda vemos uma espécie de resquício do antigo Dean, quando Sam está em apuros e mesmo tentando parecer imparcial, ele ainda mostra que o velho instinto da família Winchester permanece vivo dentro dele, afinal, quem não se importa não ameaça de morte quem está fazendo mal ao seu irmão caçula, não é verdade? 
A décima temporada não poderia ter começado de um jeito mais instigante (porém, quando Supernatural não é instigante?). Mal posso esperar pela próxima terça-feira pra descobrir o que vai acontecer. Não se esqueçam que toda semana terá review dos episódios aqui no Gleep! Espero vocês na próxima semana, hein? 
Tecnologia do Blogger.