Resenha: Dias Perfeitos - Raphael Montes

  "Há sempre alguma loucura no amor. Mas também há sempre alguma razão na loucura." - Nietzsche.   Essa é a frase de abertura de "Dias Perfeitos" do autor Raphael Montes, que como esperado, trata de uma relação amorosa nada normal.
   O livro conta a história de Théo, um estudante de medicina nada normal que tem como melhor amiga um cadáver da aula de anatomia. Em um churrasco, Théo, um rapaz que sempre foi certinho, conhece Clarisse que é o oposto do seu jeito certinho. A partir desse churrasco, Théo começa uma perseguição a Clarisse, vivendo como um stalker, até o dia em que ele a sequestra, coloca-a numa mala rosa e a leva para fora da cidade.
   "Dias Perfeitos" é um livro sombrio, chocante e viciante do jeito certo. Do mesmo jeito que você quer parar de ler em algumas partes por tamanha a agonia sentida, você quer continuar e ler mais e mais até que o livro acaba em um final que não decepciona (apesar de bem polêmico).
   Mas todo esse ritmo alucinante pode acabar o prejudicando. Em uma cena perto do final, estamos tão envolvidos com a trama, que está tão acelerado, aí algo acontece e esse ritmo simplesmente para e o livro desacelera totalmente, o que pode tornar as partes seguintes as mais chatas do livro.
  Mas nada que vá tirar o mérito de Raphael Montes por essa história incrível, com um ritmo extremamente viciante e talvez um dos melhores livros policiais lidos esse ano por mim.

Nota: 4,5/5

  • Número de páginas: 278 
  • Editora: Companhia das Letras (18 de março de 2014)
  • Idioma: Português
  • ISBN-10: 8535924019
  • ISBN-13: 978-8535924015
  • Dimensões do produto: 21 x 14 x 1,6 cm

Compre:

Amazon Brasil (R$19,29): http://goo.gl/KsLxkN
Submarino (R$19,29): http://goo.gl/3yl9jc
Saraiva (26,20): http://goo.gl/kfRE4R

Obs.: Todos os preços foram conferidos na data/hora de publicação desse post (19/11/2014 às 00:42)

0 comentários

Muito obrigado pelo seu comentário! Não deixe de curtir as nossas redes sociais para não perder nenhum conteúdo!!