Ads Top

Ainda mais "lotada", divertida e nostálgica: Fuller House

Quem era criança nos anos 90, com certeza assistia uma serie de TV americana que marcou a infância da melhor forma possível. Full House (ou mais conhecida no Brasil como Três É Demais), começou a ser transmitida no canal ABC em 1987 e terminou em 1995, no Brasil, a série foi exibida na Globo e no SBT.

Para quem não conhece (WHAT?!), a comédia conta a história de Danny Tanner, que depois da morte de sua esposa, convoca seu melhor amigo e seu cunhado para ajudá-lo a cuidar de suas três filhas. Vale a pena começar a ver, até porque, no ultimo dia 26, o Netflix lançou o spin-off com 13 episódios que mostram como a família vive nos dias de hoje, após 29 anos. Agora o foco é na DJ, recém viúva, com três filhos e que agora contará com a ajuda da irmã do meio e sua melhor amiga, para conseguir driblar as dificuldades do cotidiano.


Imagem: Divulgação

Para começar, ignorem as críticas a respeito de ter sido uma tentativa fail de trazer a nossa série tão amada à tona tantos anos depois e ainda por cima sem as gêmeas Olsen. A primeira temporada (de muitas, assim esperamos) está sensacional! 

Logo no primeiro episódio, temos que controlar a emoção com o aparecimento dos personagens principais que se encontram na cozinha daquela boa e velha casa em São Francisco, ainda mais porque a edição não ajuda nisso, com aquelas 'palmas' e 'comemorações' de fundo, é como se nós em casa estivéssemos todos juntos fazendo isso. Danny é o primeiro a aparecer, seguido pelo Tio Jesse, Becky e tio Joey. Então é a vez da surpresa: DJ aparece. Uau! Ela está ainda mais linda. e nessa mesma cena somos apresentados ao Tommy, o baby da família, caçula da DJ. 

Ah então a divertida Stephanie chega e BOOM! Ela está simplesmente MA-RA-VI-LHO-SA! E ainda mais engraçada, se é que é possível. Sabe a famosa frase que nunca saia da boca dela? Continua! 

Os gêmeos Nicky e Alex também dão o ar da graça, inclusive, continuam uma graça rsrsrs, porém não aparecem muito.

Já com o Steve, o tempo não foi tão bom assim, levou aquele cabelo lindo que ele tinha.

E como não falar da super Kimmy? Óbvio que ela não ia estar de fora. Os anos passaram, porém a loucura continuou.

Os fãs da serie sabiam que Mary Kate e Ashley Olsen não estariam presentes nessa reunião, o que não sabíamos é que o roteiro estaria repleto de piadinhas a respeito da falta dela, dá para rir, afinal percebemos que o elenco também não curtiu não tê-las por perto. 

Há muitas cenas que foram refeitas, com a original ao lado, nos emocionando novamente. O abraço grupal ainda existe e nem tente contar quantas vezes por episódio ele é usado.
Imagem: Divulgação
Agora em Fuller House, há novas crianças para nos divertir e suprir a saudade de quando Michelle, Steph e DJ eram pequenas. Os filhos de DJ, Tommo (sim, o bebê), Max e Jackson e a filha única de Kimmy, a Ramona, conseguiram captar a essência da serie, que é viver os problemas que uma família pode passar, saber com quem podem contar e resolver de forma divertida e que traz sempre uma lição de moral.
Imagem: Divulgação
Max (interpretado pelo ator Elias Harger) provavelmente vai ser seu personagem favorito, caso não for, nos explique como conseguiu, e caso você não goste nenhum pouco dele, nos explique também como parar de fazer 'aw' para tudo que ele fala ou faz. Acreditamos que tenha sido ele que não nos fez sentir falta em nenhum momento da pequenina Michelle, pois com toda graça e elegância ele ocupou perfeitamente um pedaço do coração que sentia falta da princesinha dona do 'YOU GOT IT, DUDE!'.
Imagem: Divulgação

Ah! A abertura da série foi um pouco modificada, no primeiro episódio mostrando um antes e depois de todos os personagens e nos seguintes apenas os que mais vão aparecer no decorrer da temporada. A música tema foi readaptada por Carly Rae Jepsen, com o um toque mais moderninho.

E por falar em moderno, é muito engraçado a forma como retrataram Stephanie, Kimmy, DJ e os demais personagens antigos, vivendo nos tempos atuais, onde a tecnologia domina e os celulares não saem das mãos das pessoas.

Imagem: Divulgação
Basicamente, o que você tem que saber é que PRECISA ver logo e que vai amar.
Ah! E que o Max é a melhor criança do universo! Se você não concorda, só temos uma coisa a dizer:

Imagem: Divulgação


Tecnologia do Blogger.