Ads Top

Resenha do livro "Nas estrelas"

Imagem: Leticia Toso / Portal Gleep
Tristeza, dor interior, querer fugir da realidade se isolando do mundo, aceitar tomar remédios e ainda todo tratamento pesado. Ter depressão não é uma coisa simples, muito menos aceita-la.

Mabel, uma menina de 17 anos super inteligente, tão inteligente ao ponto de ser chamada para faculdades sem mesmo ter terminado o ensino médio. Ela mora em uma ilha, chamada de Stellarum.

"No ano de 1930, imigrantes fundaram, em um belo arquipélago, uma espécie de condomínio fechado, o qual chamaram de Ilha do Pôr do Sol. Seria um refúgio para aqueles que não se sentiam em casa em seus próprios países, e, ao mesmo tempo, não enxergavam no Brasil um lar. O crescimento da área foi exponencial e súbita necessidade de se criar uma nova organização (praticamente estatal) para que as virtudes iniciais do projeto prevalecessem  foi sanada por meio da divisão da Ilha em pequenas cidades. Stellarum Littore tornou-se a mais famosa delas por contar com o céu noturno mais limpo do mundo, assim como praias e paisagens paradisíacas."

Stellarum possui em torno de 6.000 habilidades e é localizado no litoral brasileiro à costa nordestina.

_ Nas Estrelas
Mabel foi diagnosticada com depressão. Ela não saia do porão a muito tempo, passava seu tempo muitas vezes deitada no chão chorando com seu cachorro ou abrindo pequenos animais vivos (visseração).

Em uma noite, Mabel estava na praia e acaba encontrando com North, seu antigo rival, que estava na Ilha apenas de passagem. Contudo, depois de vários encontros indesejados, ou não tão indesejados assim, Mabel percebe estar feliz ao ficar perto de North, era como se libertar de toda a tristeza que sentia.

Sabendo que North está só de turismo à Ilha, Mabel fica muito indecisa sobre o que ela realmente sente por ele e resolve tentar afastar. Sem sucesso, eles decidem ficar juntos e assumir algo mais sério. Apesar do amor e de toda a felicidade, ainda existe uma depressão por trás de Mabel.


Imagem: Leticia Toso / Portal Gleep

Não esqueça de nos acompanhar nas redes sociais.


Tecnologia do Blogger.