Se eu lhe dissesse?

Créditos:  Caeu Cartonista 

Se eu lhe dissesse que mesmo sabendo que lá fora o dia está ensolarado, eu prefiro ficar na minha escuridão?

Se eu lhe dissesse que meu dia se resume em dormir, dormir e dormir?
Provavelmente você diria para eu parar de querer atenção, pois tudo isso não passa de uma frescura, fingimento.

Julgamentos, risadas, piadas, e nenhuma palavra amiga, nenhum abraço, nenhum conselho, absolutamente nada. Apenas dedos apontados para minha cara dizendo: "Se mata logo nem vai fazer falta". " Isso é só frescura, essa aí não tem nada não". " Deveria ter vergonha na cara olha sua idade para ficar fazendo ceninha". " Isso é falta do que fazer, vai arrumar um trabalho".

O que mais me entristece e que você e nem os outros sabem a verdadeira razão da minha tristeza, do motivo para eu estar assim. Não me agrido porque sou idiota e sim porque isso faz com que minha dor emocional diminua, dando lugar a física, isso não quer dizer que eu goste de ficar com marcas no meu corpo, porém me faz me sentir um pouco melhor.

Há milhares de pessoas que vivem a mesma realidade que a minha, que não veem uma razão para continuar a viver, que se machucam, se isolam e simplesmente são taxadas como imbecis se isolando dos familiares e amigos e vivendo apenas em seu mundo obscuro onde a primeira luz que surge é tampada por palavras de ofensas, piadas e xingamento, que para você pode ser apenas brincadeira, palavras ditas como qualquer outra, porém para mim e para quem sofre com isso, não são apenas palavras, são mais atitudes que faz com que acreditemos que não servimos para nada, e se sumíssemos seria a melhor coisa que poderia acontecer.

A única diferença que vejo entre mim e uma pessoa "normal" e que ela não sabe o quão isolada é, eu sim, apesar de vivermos em um mundo tecnológico onde estamos perto de tudo e ao mesmo tempo distante, vivemos isolados e ao mesmo tempo cheios de amigos virtuais que muitas vezes nem conhecemos, a diferença entre mim e eles é que eles acham que são sociáveis e populares por terem mais de mil amigos no Facebook, ficam felizes em ir em baladas e muitas vezes não lembram de nada, vivem suas vidas vazias de sentimentos verdadeiros e acreditam que um Te Amo, pode mudar tudo. 

Eu, sei que estou sozinha, que não sou popular, e talvez por isso não seja tão "feliz" quanto eles, por ser realista e perceber que nenhum amigo virtual, nenhuma balada e nem um Eu Te Amo ira fazer meu mundo ser o mesmo novamente, pois quem mudou ele foi embora, para nunca mais voltar.

O seguinte texto que você leu não é de uma pessoa real, porém reflete um pouco o que milhares de pessoas passam quando sofrem de depressão, ou algum problema que a leve a pensar em suicídio. Isso não acontece com apenas uma ou duas pessoas, mas sim com 120 milhões. Estima-se que no Brasil, são 17 milhões. E cerca de 850 mil morrem por causa da doença.

Desde 2003 é considerado um problema de saúde pública, porém muitos ainda acham que é apenas uma maneira de atrair atenção. Por conta de pessoas que pensam assim, muitos jovens, adultos, e idosos (casos que obtém a maior ocorrência de depressão e suicídios), tiram a própria vida ou permanecem se isolando do mundo por acharem que tudo é sua culpa.

Vivemos hoje em um mundo rodeado por tecnologia e novas mídias sociais, esquecendo muitas vezes que as pessoas não são robôs e precisam de carinho, amor, e empatia. Achamos que tudo pode ser resolvido com um clique e um like, tendo-se que ter o maior número de amigos para sermos populares e felizes, afinal quem não vive assim não é feliz não é mesmo?

É ai onde está o problema. Por consequência disso, muitas pessoas acreditam que quem escreve frases depressivas no Facebook, posta fotos de cortes e ferimentos, e até mesmo sinais que querem cometer suicídio, está fazendo isso para ter visualização e likes, e, dessa maneira, se tornar popular. Pois é, nem todos são assim, e em muitos casos, são demonstrações de um pedido de ajuda, da necessidade de socorro, ou apenas o querer de um bom ombro amigo. Essa é a forma mais comum dessas pessoas solicitarem nosso auxílio, de chamarem nossa atenção para seus problemas, pois esperam encontrar alguém que possa ajudá-las, sem críticas e obstruções.

De acordo com uma pesquisa, a cada 40 segundos uma pessoa diz adeus aos seus sonhos. A cada 40 segundos, uma pessoa da seu último suspiro: 40 segundos para um coração parar de bater, para fazer uma mãe se culpar, por ter acreditado que era "só" para obter atenção, 40 segundos para simplesmente uma pessoa acabar com sua própria vida.

Nós dedicamos esse post a você que já chegou ao seu limite, porém soltou seu coquetel de comprimidos e a lâmina, que não deixou se levar a loucura, e mesmo com insultos e estímulos para cometer o suicídio ou simplesmente continuar na escuridão, você ergueu a cabeça e decidiu se levar e continuar sua caminhada, pois mesmo com os olhos embaçados por causa das lágrimas, enxergou um motivo para sorrir.

Mas se você ainda não viu esse motivo, nos escute:
Levante essa cabeça, fale o que sente para você mesmo e se pergunte o porquê de tudo isso acontecer. Solte o que estiver segurando e se olhe no espelho, veja o quão lindo(a) é, mesmo com marcas e feridas físicas ou emocionais. Veja o quão forte você foi por ter aguentado criticas, insultos, piadas entre outros motivos que já te fez chorar, e acredite, você é um guerreiro, porém diferentemente de outros, trava sua própria guerra, onde deverá lutar com todas suas forças restantes, e com garra, pois é sua vida que está em jogo.

Não acredite no que te falam, a menos que sejam conselhos bons e que farão sentido para sua vida. Arrecade apenas palavras de incentivo, que o(a) deixem feliz como nunca antes, e se isso não funcionar, acredite apenas em você mesmo. Não tenha medo de falar com um profissional sobre o que tem, pois muitas vezes eles serão seu melhor amigo. Você pode superar isso da maneira mais bela, com a cabeça erguida e com um sorriso no rosto, e isso não quer dizer que foi fácil, mas sim que valeu a pena todo o esforço, e agora você pode seguir seus sonhos e objetivos, e continuar trilhando seu caminho, mostrando para aqueles que ainda não encontraram um motivo para continuar aqui nesse mundo, que mesmo com dificuldades e muitas dúvidas, todos podem vencer a depressão, o suicídio, e qualquer outro obstáculo que faça a sua vida ser questionada.

Pois a vida não foi feita para acabar em 40 segundos, mas sim para ser vivida intensamente cada milésimo.

Esse texto foi feito em apoio à campanha Setembro Amarelo, que tem como objetivo conscientizar a população à respeito da realidade do suicídio no Brasil e mundo, e suas formas de prevenção.Esse mês foi escolhido pela a campanha, porque no dia 10 de setembro é lembrando o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio. Já a cor amarela chama a atenção à ação, além de representar a alegria, luz e todas as energias boas para as pessoas que precisam.

Mas lembramos todos vocês que esse mês não deve ser a única época do ano para ajudarmos essas pessoas, mas sim todos os dias. Esse assunto não deveria ser "tabu" para ninguém, afinal, qualquer um de nós pode vir a ter esse problema de saúde, então não deixe que essa campanha acabe depois de setembro, ajude ela a se tornar cotidiana, pois as pessoas que precisam de nossa ajuda, não vivem com seus problemas apenas em setembro: eles as acompanham a vida toda.

Fontes: R7 - Globo - Setembro Amarelo 

Quer ficar por dentro de mais novidades? Não esqueça de nos acompanhar nas redes sociais: Facebook - Instagram - Twitter - YouTube - SNAPCHAT: PortalGleep

0 comentários

Muito obrigado pelo seu comentário! Não deixe de curtir as nossas redes sociais para não perder nenhum conteúdo!!