#COMPORTAMENTO: Como identificar atitudes como as do Joe, da série “You”, no seu parceiro

Por Beatriz França

Uma imagem contendo pessoa, homem, em pé, interior

Descrição gerada automaticamente
Figura 1 Joe (Penn Badgley) na série "You" Foto: Divulgação | Netflix

A série “You”, da Netflix, tem abordado questões um tanto importantes e ganhado o coração de muitos. O personagem principal, Joe (Penn Badgley) é, simplesmente, um psicopata perseguidor de mulheres. Com a recente estreia de 2ª temporada e a renovação para mais um ano de episódios para lá de assustadores, a história fictícia é, infelizmente, a realidade de muitos casais.

O psicólogo e escritor Alexandre Bezz explica que através das primeiras observações já é possível identificar se o relacionamento é ou não abusivo. Um dos pontos primordiais é a agressividade, que segundo ele “é um traço do caráter abusivo e acaba sendo irreversível”.

“No entanto, a primeira relação abusiva não é composta apenas pela agressividade física ou psicológica, mas também pela ação constante do ‘controle total ou parcial’ da vida do parceiro (a)”, pontua o psicólogo.

O sucesso da série original da Netflix é de surpreender qualquer um. No dia da estreia da 2ª temporada teve hashtag no trendings topics do Twitter durante dias. Por se tratar de um assunto como relacionamento tóxico sempre chama atenção de muitas pessoas.

O Dr. Alexandre Bezz explica que por ter um personagem mais tóxico que o comportamento é de deixar o público intrigado. “Comportamentos esquisitos e com alta carga psicopática sempre rende público. Além de ter um enredo interessante, que prende qualquer um na cadeira e que muitos querem saber o desenrolar da história”, conta.

Enquanto algumas pessoas só querem saber o desfecho, outras usam a série para se prevenir e ficar em estado de atenção no próprio relacionamento. “Há pessoas que querem ‘conhecer’ a história para não ter o mesmo tipo de pessoa ao lado”, acredita o psicólogo. 

Quais as atitudes de um parceiro (a) abusivo (a)?

Na maioria das vezes quem vive um relacionamento abusivo não percebe que está nesta situação. É sempre em uma conversa com uma amiga, prima, mãe ou até mesmo na terapia que a ficha cai. O Dr. Alexandre Bezz reitera que existem várias atitudes para identificar um parceiro abusivo e que elas mudam “de acordo com o tipo de personalidade da pessoa envolvida”.

Uma imagem contendo pessoa, homem, vestuário, interior

Descrição gerada automaticamente
Figura 2 Controlar cada passo do parceiro é considerado atitude de um relacionamento abusivo - Foto: Divulgação | Netflix

Algumas das atitudes pontuadas por Bezz são: humilhação constante — que denota poder no parceiro (a), ações provocativas para demonstrar superioridade, carência de afeição quando ele mostra que é mais homem porque não mostra seus sentimentos.

Existem algumas ações que passam do “aceitável”, como o controle econômico que é quando o companheiro (a) “deita e rola” pelo controle em relação ao outro. O relacionamento abusivo também vem acompanhado de ciúmes exagerado (quando tenta controlar a vítima por meio de chantagem emocional) e repleto de sarcasmo e críticas, para exibir uma personalidade perfeita e evidenciar a inferioridade do parceiro (a).

A defesa de Joe!


Penn Badgley é queridinho por muitas mulheres. Antes de interpretar o psicopata Joe, ele viveu Dan Humphrey em “Gossip Girl”. Por ter vivido esse mocinho durante anos e por ser muito charmoso (e convincente), o novo personagem de Penn e suas atitudes foram defendidos por muitas pessoas.

O Dr. Alexandre Bezz garante que essa defesa não é normal. “Muitas pessoas não entendem como funciona o aparelho mental dos psicopatas. Nas séries tem toda uma conotação associada à primeira possível melhora, uma visão romântica-fantasiosa”, explica.

E quando os dois são abusivos?

Na segunda temporada, Joe se surpreendeu ao encontrar uma pessoa igual a ele. Alexandre Bezz acredita que quando pessoas controladoras-agressivas se relacionam resulta numa “primeira guerra de egos psicopáticos”. 

“Quando há duas pessoas com essa natureza existe uma possível guerra, onde um quer levar vantagem sobre o outro. Ainda em se tratar de personalidades psicopáticas, pode haver em algum momento em que, a vontade em exterminar o namoro é vista como única solução. Ou seja, a destruição da (o) companheiro (a)”, pontua o psicólogo.

A importância em debater este assunto

As atitudes de Joe são todas baseadas em questões psicológicas e por isso é importante abordar todos os aspectos de um relacionamento abusivo, seja em séries ou filmes. “É sempre importante tratar desses assuntos, pois analisa uma problemática psicológica existente, mas desconhecida do público em geral”, fala Dr. Bezz.

Por isso, é importante ficar sempre alerta em qualquer relacionamento, seja ele amigável ou amoroso. Percebeu algum destas atitudes no seu/sua parceiro (a), converse com alguém ou procure ajuda de um profissional da área.

E aí, você já assistiu a série? Já passou por algum relacionamento assim ou conhece alguém que esteja passando? Você sai em defesa do Joe também? Nos conte nos comentários.

#relacionamentos #relacionamentoabusivo #netflix #you #séries #comportamento #PennBadgley #Joe



Quer ficar por dentro de mais novidades? Não esqueça de nos acompanhar nas redes sociais: Facebook - Instagram - Twitter - YouTube -

0 comentários

Muito obrigado pelo seu comentário! Não deixe de curtir as nossas redes sociais para não perder nenhum conteúdo!!